Cachaça é destilado?

Cachaça é destilado?

Ao escolher uma boa bebida, às vezes bate a dúvida: é fermentada ou destilada? No caso da cachaça, o processo produtivo ajuda a responder essa questão.

Para se produzir cachaça, extrai-se o caldo da cana-de-açúcar para utilizá-lo como matéria base. Depois da extração, o caldo é depositado em dornas para a fermentação. Esse processo transforma a cachaça em um tipo de vinho que, por sua vez, carrega vários elementos que são nocivos à saúde, como aldeídos, ácidos, fungos e bactérias.

Como esse líquido fermentado é impróprio para o consumo humano, é preciso separar o que pode ser ingerido e o que não pode. Para isso, esse vinho, também chamado de mosto fermentado, é levado ao alambique de cobre e fervido. O vapor dessa fervura é separado em três etapas:

1ª Etapa – Cachaça de cabeça

Os primeiros 10% do vapor desse vinho são repletos de substâncias que não são adequadas para o consumo. Sendo assim, esse montante do produto é reservado para outras aplicações, mas não é aproveitado para a bebida.

2ª Etapa – Cachaça do coração

Correspondente a aproximadamente 80% do produto evaporado, a cachaça do coração é um líquido puro e onde se encontra a melhor parte do produto. Esse líquido é a única parte dos vapores aproveitada para compor a cachaça.

3ª Etapa – Cachaça de cauda

Os 10% finais do vapor do mosto fermentado não possui elementos suficientes para se produzir a cachaça, mas pode ser aproveitado para adubar plantações. Portanto, não se usa essa parte para compor a bebida final.

Esse processo de separação do líquido resultante do vapor da fervura do mosto fermentado é o que chamamos de destilação. Portanto, conclui-se que a cachaça é sim um produto destilado.

Vale lembrar que a Cachaça Morro Vermelho é um produto destilado que utiliza somente o coração da cachaça, a parte mais pura do destilado. Não é à toa que somos conhecidos como a cachaça que é só coração!